[Re]Acção Natural – workshop de técnicas e dinâmicas para grupos com recurso a ferramentas do Teatro do Oprimido




Datas: 15, 16 e 17 de setembro, das 9h30 às 18h30

Local: Carreço, Viana do Castelo

Participantes: professores, educadores, formadores e dinamizadores de grupos, psicólogos, sociólogos, trabalhadores da área do serviço social/comunitário. Público em geral, atores e não-atores, é adequado a participantes sem experiência nesta metodologia ou no teatro em geral.

O alojamento é feito em camarata, e o valor do investimento inclui os pequenos almoços, os almoços e jantares, materiais para a formação e coffee breaks.

Alojamento: Albergue Casa do Sardão
Com capacidade para 10 pessoas, dividido em 2 camaratas mistas, tem sanitários individuais com chuveiros. O aquecimento em toda a casa é feito por ar condicionado. Além de alojamento, como espaços comuns tem receção, sala de estar, sala de jantar e cozinha. Para maior tranquilidade, a casa tem também parque de estacionamento privativo.

O que é afinal o “Teatro do Oprimido”?
Uma metodologia desenvolvida por Augusto Boal no Brasil cuja eficácia para trabalhar com grupos, a tornou uma prática com grande impacto em várias partes do mundo. De carácter vivencial, baseia-se numa metodologia experiencial teatral. Tem como objetivo o empowerment dos participantes, através da análise e teatralização da realidade e modos de conduta dos sujeitos.
O Teatro do Oprimido é um ensaio coletivo para a realidade. A ideia principal é fazer com que as pessoas experimentem e compreendam como uma mudança de atitude, comportamento ou padrão de pensamento pode ter um poderoso e significativo efeito nas suas vidas, bem como na vida das pessoas ao seu redor.
Os métodos do Teatro Fórum e do Teatro de Imagem são altamente adaptáveis às necessidades das diferentes comunidades, com uma grande capacidade para cobrir todo o tipo de questões sociais: problemas de direitos humanos, abuso de poder e opressão, feita de diferentes maneiras. Trabalha ainda a falta de ativismo social, a discriminação, a exclusão, a marginalização, a xenofobia e até mesmo problemas laborais, entre outros. Através de uma abordagem criativa, proporciona um espaço para que as pessoas possam refletir, encontrar soluções alternativas para estes tópicos e transferir as soluções para as suas vidas.
No Teatro Fórum o espectador é estimulado a entrar em cena para improvisar, como protagonista, soluções alternativas ao problema abordado. O espectador é assim envolvido de forma direta e ativa na análise, discussão e exploração de estratégias de atuação perante problemas comuns, o que provoca a consciência comunitária e a mudança social.
Um dos grandes objetivos desta metodologia é facilitar respostas alternativas a problemas do quotidiano, o que se traduz no empoderamento e crescimento pessoal. Trabalha ainda com ferramentas fundamentais para abordar grupos socialmente desfavorecidos ou em risco de exclusão social.
Esta metodologia veio revolucionar a essência da aprendizagem não-formal e profissional sendo adequada a pessoas de todas as áreas e níveis de educação.
O principal objetivo do projeto [Re]Acção Natural é aumentar a capacidade de envolvimento individual e social e amplificar a participação e a influência nas mudanças sociais, ao mesmo tempo que proporciona um saudável momento de desconexão com o stress do quotidiano.
Mais do que a mera democratização do teatro, visa o desenvolvimento pessoal e tem sempre a natureza como ferramenta e pano de fundo (sempre que as condições climatéricas o permitam).


Metodologia:
Para que os participantes aprendam mais sobre as questões e os desafios nas dinâmicas de poder e opressão para que as possam trabalhar com os seus grupos, abordaremos metodologias dramáticas, especificamente através da metodologia do "Teatro do Oprimido".

Objetivo geral: nesta formação intensiva, os participantes investigarão, de forma prática e lúdica, a técnica do teatro de imagem e perceberão como é que esta pode ser aplicada como ferramenta de dinamização de grupos com o intuito de provocar reflexão e transformação na realidade envolvente.

Objetivos específicos:

  • Proporcionar aos participantes uma oportunidade de fazerem ouvir a sua voz em questões importantes para eles no seu quotidiano;

  • Aplicar a metodologia do Teatro do Oprimido de Augusto Boal, para criar awareness e tomada de decisão;

  • Aprender e trabalhar com Teatro Fórum e com Teatro de Imagem;

  • Saber como criar mostras teatrais que reflitam as questões relevantes para o grupo de participantes;

  • Debater questões relacionadas com abuso de poder, opressão e qualquer tipo de discriminação;

  • Utilizar a Natureza como ferramenta de envolvimento social e como pano de fundo para um debate coletivo e empoderador.


A nossa abordagem será sempre criativa, não-formal e participativa.

pastedGraphic




Dinamizadora:
Leonor Afonso
Com um Mestrado em Psicologia da Justiça e uma Pós-Graduação em Intervenção Clínica Cognitivo-Comportamental, rapidamente o seu caminho envereda pelo Life Coaching e pela área da intervenção comunitária.
Practitioner em PNL e certificada em Coaching, é ainda uma apaixonada pela natureza, plantas, animais viagens.


CV Leonor Afonso